As Coletas



Caxias do Sul produz cerca de 450 toneladas diárias de lixo doméstico. Esse volume é recolhido pela CODECA, de segunda a sábado, as equipes de coletores estão divididas em quatro turnos, manhã, tarde, noite e madrugada. Os resíduos orgânicos são levados para a Central de Tratamento de Resíduos (CTR), Rincão das Flores, localizado no Distrito de Vila Seca e os resíduos recicláveis são levados para as Associações de Reciclagem.

O trabalho envolve 310 funcionários ativos e 40 caminhões e é realizado em quatro turnos de seis horas cada.

A coleta de resíduos orgânicos e seletivos em Caxias do Sul abrange 100% do município.

Lixo Orgânico


O recolhimento do lixo orgânico, que soma cerca de 360 toneladas diárias, é realizado em todos os bairros, loteamentos e distritos do município. No centro e nos bairros próximos, a coleta é diária, e nos demais bairros, ocorre três vezes por semana.
No interior, o lixo é recolhido uma ou duas vezes por semana.

Na área central, a coleta é mecanizada. Desde agosto de 2007, o Centro e bairros adjacentes contam com contêineres verdes, que substituíram as lixeiras.

O resíduo orgânico é destinado à Central de Tratamento de Resíduos (CTR) Rincão das Flores, localizado no Distrito de Vila Seca.

Resíduos Seletivos


O recolhimento de materiais recicláveis ocorre em toda a área urbana e rural de Caxias do Sul. A coleta seletiva começou no município em 1991, como experiência em apenas um bairro da cidade. A partir de agosto de 1997 foi sendo ampliada. Atualmente, o recolhimento é realizado duas vezes por semana em todos os bairros e loteamentos da cidade. Na área conteinerizada, a coleta é diária.

Diariamente, cerca de 90 toneladas de resíduos seletivos são coletados em Caxias do Sul. Esse volume é destinado as associações de reciclagem.

Esse resíduo é fundamental para promover a geração de emprego, renda e inclusão social para os recicladores que tiram seu sustento do material seletivo. Eles realizam a separação dos resíduos seletivos, prensam e vendem o material para a indústria. Mas para que isso ocorra é fundamental que a população faça a separação correta do lixo.


logo da prefeitura